It's All for L.O.V.E.

Quem Nos Visita?


Visitor Map

terça-feira, 18 de março de 2014

Propriedade de Michael Jackson diz Wade Robson demorou muito tempo para acusar cantor

O coreógrafo Wade Robson disse que ele esperou anos para registrar uma reclamação de abuso sexual contra a Propriedade de Michael Jackson em razão da memória reprimida, assim diz o advogado da propriedade que quer o caso encerrado.
Robson entrou com uma reclamação contra a Propriedade de Michael Jackson pedindo $$$ com base em sua alegação de abuso sexual, mas o advogado da Propriedade Howard Weitzman foi acionado nos documentos legais e Wade deveria ter acionado o caso há 4 anos atrás. Weitzman diz que para prosseguir com a reivindicação, Wade deveria ter apresentado o seu caso dentro dos 60 dias que a Propriedade de MJ estave no tribunal de sucessões e praticamente todo mundo sabia sobre este prazo, uma vez que, foi notícia em todo o mundo. Weitzman disse que realmente Robson admitiu em depoimento que sabia sobre a disputa da tutela envolvendo os filhos do Michael em 2009 e por isso a sua alegação de ignorância não se sustenta.
Robson afirma que ele atrasou na apresentação de sua reivindicação por causa da memória reprimida. Um juiz ainda não se pronunciou sobre o direito de Robson para pressionar uma reclamação. Como já relatado, Robson primeiro partiu para a ofensiva no última ano, alegando que MJ teria “realizado atos sexuais em mim e me obrigou a realizar atos sexuais sobre ele” a partir de 7 anos de idade até ele completar 14 anos. Wade já havia negado que MJ o molestou durante o julgamento por abuso sexual do cantor de 2005, mas disse que o antigo testemunho era uma mentira e que Michael havia se envolvido em uma campanha de manipulação para mantê-lo em silêncio. Robson está exigindo dinheiro da Propriedade de Michael Jackson como compensação para o alegado abuso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário