It's All for L.O.V.E.

Quem Nos Visita?


Visitor Map

segunda-feira, 10 de junho de 2013

Travis Payne descreve relação de Michael Jackson com os filhos

Travis Payne esteve frequentemente na casa de Michael Jackson ensaiando com ele durante suas últimas semanas. Ele teve uma visão íntima do que ele chamou de “a bela” relação de Michael com seus três filhos. Payne viu ”a lealdade ao pai” e o pai deles ”dava esclarecimentos a eles e os ensinava”, ele testemunhou. ”Fiquei muito orgulhoso de ver Michael como um pai tão amoroso.” A descrição dele da relação estreita que Paris, 15, e Prince, 16, tinham com o pai há quatro anos pode prenunciar a importância do testemunho das crianças no final do julgamento. Ele testemunhou que Paris, que tinha 11 anos na época, era “uma garota muito “antenada”, muito, muito inteligente, muito astuta,” disse Payne . “Ela tinha pleno conhecimento das operações do dia-a-dia, desde a hora do almoço e o que ia ser, ela tinha participação ativa – muito além da idade dela”, disse ele. “Ela tinha muita responsabilidade, que acho que recebia com agrado. Payne disse que ela era “a mulher da casa”, e também “uma garotinha do papai. Ela realmente amava o pai”, disse ele. ”Na época, ela estava começando a descobrir o sucesso e a presença global dele, por isso ela usava camiseta, faixa na cabeça e bolsa do Michael Jackson”, disse ele. Era Paris que fazia a oração quando eles almoçavam com o pai em casa, ele disse. “Ela sempre foi a mais vocal dos três filhos e era muito preocupada com muitos dos detalhes da casa, se a temperatura estava correta, o que você quer comer,” Payne testemunhou. “Ela simplesmente lidava com muita coisa para sua pouca idade.” A relação de Michael com o filho Prince, então 12, era “incrível”, disse Payne. “Foi muito bom ver como eles interagiam”, disse ele. “Prince quer ser diretor, então Michael iria partilhar conversas com ele sobre esse processo e indicar as coisas durante nossos ensaios”. Blanket, que tinha sete anos quando o pai morreu, gostava de ver seu pai ensaiar com Payne no estúdio da casa, Payne disse. “Ele era quieto, mas estava sempre ali com o pai”, disse ele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário