It's All for L.O.V.E.

Quem Nos Visita?


Visitor Map

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Dr. Conrad Murray diz que pode provar que ele não matou Michael Jackson

Dr. Conrad Murray acredita que pode provar que Michael Jackson injetou em si próprio uma dose fatal de propofol e novamente ele pediu ao tribunal de apelações para deixá-lo testar sua teoria.
Os advogados de Murray apresentarão um novo recurso. A reivindicação de um frasco de Propofol pode ser a chave de sua inocência se o juiz permitir os testes para procurar vestígios de lidocaína. A lidocaína é importante porque a promotoria argumentou que o Dr. Murray viciou MJ até em sua bolsa de soro, onde continha à dose fatal de propofol quando o deixou sozinho, mas antes, o médico misturou o propofol com lidocaína para aliviar a dor. Dr. Murray quer provar com os testes que não havia lidocaína no frasco porque Michael Jackson injetou em si mesmo uma dose pura de Propofol e se matou. Dr. Murray, que foi considerado culpado de homicídio culposo e está atualmente cumprindo pena na cadeia de LA County já fez dois pedidos de testes. Ambos foram negados pelo juiz que presidiu seu julgamento e decidiu que o Dr. Murray deveria ter feito o pedido antes de o julgamento começar. A equipe do Dr. Murray vai apresentar o pedido do recurso na tarde de hoje que pode levar meses para o tribunal tomar a sua decisão. TMZ

Nenhum comentário:

Postar um comentário