It's All for L.O.V.E.

Quem Nos Visita?


Visitor Map

sexta-feira, 2 de março de 2012

Juiz nega fiança a médico Conrad Murray

Conrad Murray, médico condenado pelo homicídio culposo do Rei do Pop Michael Jackson, terá de aguardar atrás das grades pelo resultado da apelação feita por sua defesa pela sentença judicial. Segundo o site norte-americano da rede ABC, Michael Pastor - juiz da Suprema Côrte de Los Ângeles – negou na última sexta (24) o pedido de fiança feito pelos advogados de Murray.


Segundo o juiz, o médico particular do astro da música – morto em junho de 2009 após uma overdose de anestésico – é “um perigo para a sociedade se voltar a praticar medicina alguma vez na vida”. As informações foram fornecidas pela agência internacional Associate Press.

Murray, que não estava presente durante o anúncio do juiz, foi condenado a quatro anos de reclusão pela morte de Michael Jackson e já começou a cumprir sua pena em uma cela individual, na cadeia do Condado de Los Ângeles (Califórnia).

No entanto, de acordo com informações do site ABC, o médico deverá cumprir apenas metade de sua sentença, devido a uma mudança recente na legislação californiana. A superlotação dos presídios também pode colaborar para a liberação mais cedo do cardiologista, de 59 anos.

Depois da condenação de Murray, o promotor de Los Ângeles encarregado do processo, Steve Cooley, chegou a comentar publicamente que poderia pedir ao juiz para modificar a sentença para que a morte de Michael Jackson fosse reclassificada para uma categoria mais grave. Assim, o médico seria obrigado a cumprir todos os quatro anos de detenção em presídio estadual.

mj_speechless

Nenhum comentário:

Postar um comentário