It's All for L.O.V.E.

Quem Nos Visita?


Visitor Map

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

La Toya Jackson diz: “por favor, não soltem o Dr. Conrad Murray”

Dr. Conrad Murray não chegou sequer perto de pagar pelo crime de matar Michael Jackson e provavelmente não deverá ser concedida a libertação antecipada, como ele pediu isto de acordo com a La Toya Jackson.



La Toya estava em Los Angeles ontem, quando o TMZ lhe perguntou o que ela achava sobre o pedido feito pelo Dr. Murray para libertá-lo da prisão, enquanto ele irá trabalhar em sua defesa alegando que ele não representa uma ameaça à sociedade.

La Toya respondeu: “Absolutamente não… Meu irmão não está livre.”

Bonus Moment – pedimos para La Toya contar como foi seus dias Psychic Discoveries Network ela soltou uma bomba TOTALMENTE PSÍQUICO!

MJ_Speechless

Dr. Conrad Murray diz que não matou Michael Jackson

Dr. Conrad Murray entrou com um pedido oficial para revogar sua condição no processo de homicidio onde ele tentar afirmar a sua convicção, uma vez que, o juiz deveria ter lhe permitido provar sua inocência.


Michael Jackson estava tão estressado em relação aos seus problemas financeiros, que ele imprudentemente se autoadministrou uma dose fatal de Propofol.

Murray está respondendo às reivindicações para o D.A., o qual afirma que ele deve continuar preso, já que o recurso está pedente porque os motivos para contestar a condenação são considerados falsos.

Murray faz uma série de argumentos, mas o que mais chama atenção é a parte intitulada como “Situação Financeira de Michael Jackson.” Os advogados de Murray colocaram desta forma: “O Sr. Jackson estava com uma dívida, cerca de 440 milhões dólares e precisava desesperadamente cumprir um compromisso contratual na arena O2 em Londres.”

Os advogados continuam: “Ele estava à beira de perder toda sua herança e chegar ao fim. A pressão em lutar contra sua insônia, em ensaiar e voltar a ser o artista de seus primeiros anos foi esmagadora. Sua motivação e desespero resultaram em fatos relevantes para mostrar uma probabilidade ou razão para agir de maneira incompatível com o bom senso.”

Os advogados acreditam que foi um erro do juiz excluir provas do desespero financeiro de MJ.


MJ_Sppeechless

Joe Jackson tem processo anulado contra AEG Live e Conrad

Joe Jackson cometeu um erro ao entrar com um processo judicial contra a AEG Live e o Dr. Conrad Murray sobre a morte de Michael Jackson por homicídio culposo, de acordo com o juiz.



Joe entrou com um processo de morte por negligência após Katherine Jackson entrar com um em seu próprio nome e em nome dos filhos de Michael.

Não está claro porque Joe não ingressou no mesmo processo juntamente com Katherine em vez de criar mais um processo.

É possível Katherine não queria que ele participasse.

Seja qual for o motivo, o juiz disse que não pode ter 2 processos que alegam exatamente a mesma coisa, e como Katherine entrou primeiro com a ação, Joe perdeu a dele.

Joe poderia agora tentar ingressar na ação legal de Katherine, mas precisa ver se ela irá deixar.


MJ_Speechless

Promotores dizem que médico de MJ é um perigo para a sociedade

O médico de Michael Jackson não deve aguardar em liberdade o recurso da sua condenação por homicídio culposo, pois há risco de fuga e ele não demonstrou remorso por sua participação na morte do cantor, argumentaram promotores em documentos protocolados na terça-feira.



Os promotores disseram que o médico Conrad Murray, que cumpre pena de quatro anos de prisão, não deve receber o habeas corpus na audiência judicial marcada para sexta-feira em Los Angeles.

Para os promotores David Walgren e Deborah Brazil, há uma “completa incerteza” sobre a permanência de Murray na Califórnia caso ele seja solto.

“Com base na sua recusa em aceitar a responsabilidade pelas decisões que tomou, sua completa falta de remorso e falta de compreensão sobre o perigo da sua conduta criminalmente negligente, ele continua um perigo para a comunidade”, acrescentou.

Murray foi condenado por homicídio culposo (sem intenção) depois de admitir que administrou o anestésico propofol e sedativos a Michael Jackson, numa combinação que deveria funcionar como um sonífero, mas que resultou na morte do cantor de “Thriller”.

O médico não depôs no julgamento e negou ser culpado pela morte. Em janeiro, ele pediu para ser libertado sob fiança ou colocado em prisão domiciliar enquanto aguarda o julgamento do recurso, alegando que esse trâmite pode levar mais de um ano.

O juiz do caso irá ouvir os argumentos de ambas as partes na sexta-feira.

MJ_speechless

Tohme Thome processa a propriedade de Michael Jackson

O ex-empresário de Michael Jackson, Tohme Tohme entrou com uma ação, alegando direitos, como US$ 2,3 milhões da propriedade Nerverland e 15% do dinheiro arrecadado pelos herdeiros do cantor de julho de 2008 até os dias de hoje. Ele trabalhou com o astro de 2008 até pouco tempo antes de sua morte, em 2009.

~

Para justificar sua ação, Tohme Tohme disse que ajudou Michael Jackson pessoalmente e financeiramente, coordenando releases e abatendo falsas notícias maliciosas. E contou ainda que foi ele quem sugeriu o nome da última turnê de Michael, This is it.

Os representantes do cantor já negaram as ações de Tohme Tohme, alegando que que o ex-empresário apenas se aproveitou de Michael e não fez nada por ele.

MJ_Speechless

Michael Jackson foi enganado pelo seu ex-gerente Tohme Tohme

A Propriedade de Michael Jackson está indo atrás do ex-gerente de Michael Jackson, Tohme Tohme, alegando que ele enganou o cantor em milhões de dólares.


O TMZ conseguiu os documentos oficiais interposto pela família, alegando Tohme conseguiu que Michael Jackson assinasse acordos para ele não fazer nada, mas que lhe rendeu uma fortuna.

De acordo com os jornais, o advogado da propriedade Howard Weitzman afirmou que Tohme fez MJ concordar em lhe pagar US$ 35.000 por mês, mais as despesas fixas, isto independentemente do que Tohme fizesse ou não. Em cima disso, Tohme fechou outro acordo para ele ganhar mais 15% sobre tudo o que Michael Jackson ganhasse trabalhando.

E tem mais… Tohme induziu MJ refinanciar Neverland e em troca MJ pagaria a ele US$ 2,4 milhões dólares, apenas para introdução da negociação. E MJ prometeu dar a Tohme 10% dos lucros caso ele conseguisse vender o Rancho Neverland.

Tohme também conseguiu que MJ concordasse em lhe pagar US $ 100.000 por mês pela turnê “This Is It Tour”.

Advogados da propriedade estão antecipando uma ação judicial contra Tohme com relação ao dinheiro que ele afirma que é dele, e a Propriedade que encerrar antes de uma ação é ajuizada.

A propriedade também está pedindo indenização.

Michael Jackson contratou Tohme 3 meses antes de morrer.

Mj_Speechless

Musical “Thriller Live” ganha montagem no Brasil

As cenas poderiam ser de um reality show de TV como “American Idol”, “Ídolos” ou “Astros”. De um lado os candidatos, um tanto tensos, tentando provar seu talento; de outro, um júri atento, de não muitos sorrisos.



Só que, diferentemente do que ocorre nos programas, ninguém podia dançar e cantar a música que escolhesse, a que caísse melhor para seus movimentos e tons de voz: todos tinham que interpretar Michael Jackson (1958-2009).

Foi assim que, na semana passada, foram escolhidos em São Paulo cantores e dançarinos para compor o elenco de “Thriller Live”, musical britânico que retrata a trajetória artística do ídolo pop.

Após circular por mais de 20 países, a montagem chega ao Rio e a São Paulo no segundo semestre, com data e locais ainda a confirmar.

Entre cantores e dançarinos, a produção brasileira recebeu cerca de 2.800 inscrições, das quais 700 foram selecionadas para a etapa final.

O diretor Adrian Grant –amigo de Michael Jackson que teve o aval do cantor para montar o espetáculo– era um dos rostos sérios que acompanhavam a seleção. O resultado, afirma, foi surpreendente.

DANÇARINOS DO BRASIL

Pela primeira vez desde a estreia oficial em 2007, em Londres, nenhum dos dançarinos do elenco original de West End (a Broadway britânica) precisará sair de casa.

“O nível dos brasileiros é fantástico, e eles trarão uma grande energia para a produção”, disse Grant, que escolheu 16 dançarinos entre os concorrentes.

Um deles foi Eric Santos, 26, que começou sua formação em um projeto de dança de rua em Santos. “Eu fui tranquilo para a seleção porque não acreditava que ia passar. Queria apenas poder conhecer o Grant e o [coreógrafo] Gary Lloyd”, diz.

Quando saiu o resultado, “foi como a sensação de ganhar o Oscar, ou levar R$ 1 milhão no ‘BBB’”.

No caso dos cantores, a situação foi um pouco mais difícil, dada a pronúncia e o sotaque dos brasileiros.

Ainda assim, dois dos cinco cantores que interpretam o ídolo no musical foram escolhidos aqui, e a produção busca no país a criança que representará o pequeno astro do período dos Jackson Five.

“Nós não procuramos pessoas que o imitem com perfeição, mas gente que tenha um ‘feeling’ pela suas canções. Queremos apenas honrar a sua música.”

Neste ponto, Grant reafirma o que diz ter sido sua grande motivação para criar o espetáculo: tirar a atenção das polêmicas que marcaram a vida de Jackson e focar no que realmente importa, “sua genialidade artística”.

“Começamos a produção em 2006, com ele ainda vivo, querendo que as pessoas se voltassem para sua música, não para as manchetes escandalosas e exageradas que o envolviam. E é isso que o show faz”, ressalta.

“Infelizmente, parece que só depois da triste morte de Michael a mídia voltou a falar de sua música e passou a respeitá-lo novamente.”

Com cerca de duas horas e meia de duração, “Thriller Live” percorre cronologicamente a vida de Michael Jackson, usando música e dança, sem se ocupar do aspecto pessoal.

Parceria da Broadway Brasil com o Future Group, o espetáculo terá investimento de cerca de R$ 7 milhões, para, segundo os produtores, manter a mesma infraestrutura com que o musical foi apresentado nos palcos ingleses.

Mj_speechless

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Prince Jackson Completou 15 anos


Prince Jackson completou 15 anos (13_02_2012)

RIP Whitney Houston

Whitney Houston morre aos 48 anos...



Preparados para mais inéditas?







Filhos de Michael Jackson curtem cinema com amigos em LA

Paris, Prince e Blanket Jackson, os filhos do astro pop Michael Jackson, aproveitaram a tarde de sábado (4) para ir ao Calabasas Edward Cinema, uma das principais salas de exibição de filmes da cidade de Los Angeles, Califórnia.




Como é vista frequentemente, Paris estava vestida com seu estilo “moleca”, com boné de aba reta na cabeça e camisa verde larga. O irmão, Prince, por sua vez, homenageava o pai com uma camiseta de seu primeiro grupo, o The Jackson 5.

Os três foram ao cinema com os primos.

MJ_Speechless

Murray e ex-marido de Janet presos na mesma cadeia

Há cerca de 4.000 mil homens presos na Cadeia do Condado de Los Angeles, e por coincidência o Dr. Conrad Murray está em uma célula a poucos metros de distância do ex-marido da irmã de Michael Jackson.



James DeBarge é ex-marido de Janet Jackson que foi preso por agressão, porte de armsa e posse de drogas. DeBarge era o vocalista da banda chamada El DeBarge e foi colocado na ala de segregação administrativa, onde ficam alojados os presos famosos com problemas de segurança.

Murray vem tentando ir para esta ala de segregação desde a sua condenação por homicídio em novembro passado.

Há informações que na última segunda-feira todos se reunião com seus respectivos advogados na sala de visita.

O advogado de DeBarge, Spencer Vodnoy, disse ao TMZ que o cantor está “muito chateado”, porque ele está muito perto de Murray. DeBarge disse que ainda era casado com Janet menos de um ano e que pensa em Michael como um irmão.

MJ_speechless

Paris Jackson desmente namoro com rapper Romeo Hodges

A filha adolescente de Michael Jackson, Paris Jackson de 13 anos negou os boatos que ela estaria namorando o aspirante rapper Romeo Hodges.




Tudo começou depois que ela pediu para os seguidores de seu Twitter para orar para o Romeo Hodges que sofreu um acidente de carro no mês passado, e amizade entre os dois aumentou ao ponto de se congitar um possível romance nesta semana, de acordo com o site Contactmusic.

Um amigo em comum sugeriu a Paris: “Vocês já poderiam ser namorados.”

E Paris lhe respondeu: “Eu não conheço o Romeo Hodges …Nós somos?”

O jovem rapper respondeu: “Vamos lá, eu espero que sim, meu coração tem a resposta.”

Mas Paris mais tarde twittou, “Querida mídia, Eu estou solteira… Sinceramente, isto foi uma piada.” PTI AYM.

Mj_speechless

La Toya Jackson vai passar o carnaval no Rio de Janeiro

La Toya Jackson, irmã de Michael Jackson, vai passar o carnaval no Rio de Janeiro, informa a coluna “Gente Boa”, publicada no jornal “O Dia”.



Ainda de acordo com a coluna, um apartamento em São Conrado, na Zona Sul da cidade, está sendo reformado para recebê-la. La Toya não tem show agendado no Rio.

MJ_Speechless

Joe Jackson vende perfumes em Las Vegas

Joe Jackson que desempenhou um papel de marionete para um dos grupos musicais mais bem sucedidos musicais passou o dia em um shopping vendendo perfume bem barato em Las Vegas.



Joe foi o convidado especial do quiosque da empresa Julian Rouas Paris para a venda do “Perfume Jackson.” E toda esta venda pode ser ilegal.

Como relatado anteriormente pelo TMZ, a Bravado International que detém a marca registrada de todas as coisas referente a Michael Jackson está processando a Julian Rouas Paris, alegando que a empresa nunca teve permissão para usar o nome de Michael ou sua imagem.



Mas isso não impediu que Joe vendesse o perfurme, embora pareça que ele cochilou durante o período do processo.

A boa notícia é que não há fila no quiosque caso você queira um autógrafo.

http://mjneverland.ptforuns.com/viewtopic.php?f=10&t=3698