It's All for L.O.V.E.

Quem Nos Visita?


Visitor Map

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Julgamento do médico de Michael Jackson toma novo rumo

A batalha entre peritos no julgamento de Conrad Murray, médico de Michael Jackson acusado pela morte do cantor, tomou um novo rumo na noite desta quinta-feira, quando os advogados da defesa apresentaram como prova uma simulação de computador programada por um especialista médico. O software teria produzido novos dados sobre o que matou o astro pop.



Surpreendida pela nova alegação, a acusação pediu ao juiz um novo prazo para estudar o software usado por Paul White, médico especialista no anestésico propofol, que teria provocado a morte de Michael Jackson. Embora tenha mantido o testemunho de White para esta sexta, a promotoria da Califórnia terá até segunda-feira para analisar as informações produzidas pelo programa de computador.

- Este é um material extraordinariamente complicado – disse juiz Michael Pastor. Comentaristas jurídicos opinam que, com o prazo extra, o julgamento deve ficar ainda mais atrasado.

Michael Jackson faleceu em 25 de junho de 2009 em sua mansão em Los Angeles, Califórnia. Segundo testemunhas, ele estava sob os cuidados de seu médico Conrad Murray, que tentou ressucitá-lo sem sucesso.

A causa da morte foi decretada pela polícia como sendo uma overdose do analgésico propofol, administrado por Murray. O médico está sendo julgado por assassinato involuntário, e se declara inocente.

mj_Speechless

Nenhum comentário:

Postar um comentário