It's All for L.O.V.E.

Quem Nos Visita?


Visitor Map

sábado, 8 de outubro de 2011

Sally Hirschberg estranhou equipamentos pedidos por Murray

Nesta quarta-feira (5), começou o sétimo dia de julgamento do Dr. Conrad Murray, acusado de matar Michael Jackson. A primeira testemunha foi Sally Hirschberg, representante de vendas da Seacost Medical, que lidava diretamente com a clínica do Dr. Murray.



Ela disse ao júri que estranhou os pedidos de bolsas de soro e doses de lindocaína, algo que não é comum em clínicas de cardiologia.

Sally também contou que no dia 26 de junho, um dia depois da morte de Michael Jackson, recebeu uma ligação vinda da clínica de Conrad Murray, cancelando um pedido feito no dia 22, que incluía cateteres.

Além disso, afirmou que Murray queria que as mercadorias deixassem de ser entregues em Las Vegas para serem enviadas para a Califória. Sally disse que isso não seria possível e as entregas continuaram em Las Vegas.

MJ_Speechless

Nenhum comentário:

Postar um comentário