It's All for L.O.V.E.

Quem Nos Visita?


Visitor Map

sexta-feira, 1 de julho de 2011

La Toya diz que advogados de Michael Jackson o mataram

A irmã mais velha de Michael Jackson, La Toya, acredita firmemente que o ”Rei do Pop” foi morto pelos advogados, que controlavam a sua propriedade , John Branca e John McClain.Esta teoria será explicada em detalhe no segundo volume de seu livro biográfico “Starting Over“, ainda não publicado.


A cantora adiantou essa tese em uma entrevista com o portal mostra Popeater. ”Acredito do fundo do meu coração que Michael foi assassinado. As pessoas que ele me disse que iam mata-lo, são aquelas que estão por trás de sua morte. Eles sabem, eles sabem quem são.”“Eles gerenciam seu patrimônio agora“, disse referindo-se a Branca e McClain. “Ele disse que iriam controlar seu catálogo. Uma semana antes de sua morte, eles invadiram a sua vida completamente, perguntou sobre o catálogo e conversando com advogados sobre seu controle. Meu irmão Michael morreu limpo, não havia drogas no seu sistema (exceto propofol), ele levava uma boa vida “, disse Jackson.

La Toya também explica que o cantor de “Thriller” concordou em realizar a série de concertos “This is It“, quando pressionado por seus dois advogados, mas que ele realmente não queria acabar desgastando-se com performances ao vivo. Ela afirma que os supostos criminosos planejaram seu retorno para aumentar o valor de seu catálogo.

MJ_Speechless

Nenhum comentário:

Postar um comentário