It's All for L.O.V.E.

Quem Nos Visita?


Visitor Map

sábado, 30 de julho de 2011

Fox News é processada por roubar entrevista de Debbie

O TMZ abriu um processo contra um produtor que trabalhou com Michael Jackson ao afirmar que o site transmitiu uma entrevista supostamente roubada. O material era confidencial e continha direitos autorias.



Trata-se de uma entrevista com Debbie Rowe realizada em 2003 e logo depois do falecimento do Rei do Pop a entrevista foi ao ar pela Fox News durante o programa de Geraldo At Large .A entrevista foi produzida por Marc Schaffel, um sócio de Michael Jackson, que gravou um bate-papo exclusivo e fez um acordo secreto com o próprio Michael Jackson.

Devido ao acordo confidencial firmado antes de Michael e Debbie se divorciarem, após o divorcio Michael foi obrigado a liberar a entrevista para Debbie. Com isso Michael recorreu a Schaffel, na esperança de gravar um especial de TV para acabar com os rumores que ele teria tido uma relação imprópria com um garoto vitima de câncer. (Mais tarde, essa relação de amizade entre Michael e Schaffel foi rompida. Um processou o outro reivindicando os devidos milhões).


A entrevista que foi transmitida no programa de Gerado. E Schaffel cortou algumas horas de filmagens, não divulgado o que poderia ter sido considerado algo mais sentimental para Jackson.Depois que Michael Jackson foi acusado de abuso de menores em dezembro de 2003, o oficial do Condado de Santa Barbara obteve e executou através de uma ordem de mandado uma varredura na casa de Schaffel e acabou-se apoderando de algumas entrevistas. Dois anos depois, o representante oficial do Condado, voltou à propriedade, e por sua vez não tinha autorização para vê-las e nem mostrar para ninguém as “cenas confidenciais”.

Sem proibição, depois que Michael Jackson faleceu, o TMZ de alguma maneira conseguiu parte dessas filmagens e transmissões que incluem uma conversa de Debbie Rowe falando sobre a necessidade de sedativos.F.Marc Schaffel Prods processou o TMZ por violação de direitos autorais e de imagem por conter cenas não editadas que tem um valor potencial de milhões de dólares. Os detalhes do acordo financeiros com o TMZ não se sabem.

De acordo com uma declaração das partes, o “TMZ nega as acusações de Schaceffel, e diz que não tem nenhuma responsabilidade ou qualquer envolvimento com Schaffel. O TMZ não proibiu a afirmação de Schaffel em contestar a propriedade sobre os direitos autorais da entrevista de Rowe”.Apesar de Schaffel, ter resolvido seu caso contra o TMZ, ele continua com ações judiciais contra a Fox News, também acusada de ter transmitido indevidamente a entrevista de Rowe na Fox News.

A Fox News tentou retirar o processo por razões de que as imagens constituem uma transformação de “uso justo” (Apesar do presidente da Fox, Rupert Murdoch, afirmar contra a validade da tal doutrina legal), mas em junho passado, o juiz da causa não se obteve de pronunciar sobre essa matéria em etapa preliminar.

Recentemente, Schaffel briga com Fox News e chegou-se a uma situação extremamente desagradáveis, pois os advogados da Fox acusam o autor de perjúrio por declarações falsas sobre a tentativa de contato com as redes sobre as licenças para não responder as solicitações das declarações e para reter documentos relativos aos acordos de concepções de licenças relacionadas com a entrevista de Rowe. O caso do TMZ terminou, deixando de ser o grande problema de limites entre o vídeo de animação e da noticia por ser de uso justo, o decidirá o caso em curso.

MJ_SPEECHLESS

Nenhum comentário:

Postar um comentário