It's All for L.O.V.E.

Quem Nos Visita?


Visitor Map

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Advogados do Dr. Conrad Murray pedem novo adiamento do julgamento

Espera-se que o juiz do Tribunal de Los Angeles considere nesta quarta-feira, 20/07/11 um novo pedido para adiar o processo de homicídio involuntário do Dr. Conrad Murray.



O julgamento já foi adiado por duas vezes, uma vez que Dr. Conrad Murray invocou seu direito a um julgamento rápido após sua acusação em janeiro.

O juiz de Los Angeles determinou que a morte de Michael Jackson em 25 de Junho de 2009, foi provocada por uma overdose do anestésico propofol, combinada com outras drogas.

Autoridades afirmam que Murray, que foi contratado como médico pessoal de Michael para acompanhá-los durante os concertos em Londres, administradou a dose fatal.

O advogado de defesa do médico, Ed Chernoff, afirmou que Michael era “um homem desesperado em muitos aspectos” e aplicou em si próprio uma dose fatal do anestésico cirúrgico enquanto o médico não estava com ele.

Seleção para o júri estava em andamento em maio, quando a defesa solicitou o adiamento para que suas as testemunhas podessem ter mais tempo para se preparar para os novos peritos contratados pela acusação.

O juiz do Tribunal Superior de Justiça de Los Angeles, Michael Pastor, na sequência demitiu centenas de jurados e remarcou o julgamento para 8 de setembro.

O promotor adjunto David Walgren, disse em Junho que seria necessário mais três semanas para preparar as “questões”. Os advogados de defesa não levantaram quaisquer objecções sobre à seleção do júri ao alterá-la para o final de setembro.

Também em Junho, o juiz aprovou um plano para permitir que os advogados de defesa e procuradores assistissem dezenas de horas gravadas com os ensaios de Michael Jackson. As gravações foram compradas pela Sony Pictures.

MJ_Speechless

Nenhum comentário:

Postar um comentário