It's All for L.O.V.E.

Quem Nos Visita?


Visitor Map

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Ação de Katherine Jackson contra AEG é agendada

Um dos processos cíveis relativos à morte de Michael Jackson não vai ser ouvido em juízo até Setembro de 2012, decidiu ontem o juiz responsável pelo caso. Por essa altura o muito atrasado caso criminal contra o médico Conrad Murray já deverá ter chegado a uma conclusão, que pode ter um impacto sobre esse processo civil.



Katherine Jackson está processando AEG Live,promotores de Michael Jackson “This Is It” residência na arena O2 em Londres,porque pagaram os honorários de Murray, o médico acusado de provocar a morte de MJ por negligência, administrando a droga propofol.

A srª Jackson diz que, Murray foi contratado pela AEG para ser médico pessoal de Michael, enquanto trabalhava em “This Is It”, eles deveriam ser responsabilizados pela sua morte. Houve também alegações de que Murray tinha dito aos patrões da AEG, fazer “o que for preciso” para garantir que MJ fosse capaz de comparecer aos ensaios de seu show em Londres, A implicaçãoé que significava administrar quantidades desnecessárias de medicamentos.

O advogado da AEG Live, Marvin Putnam minimizou a importância do julgamento criminal sobre o caso civil. Embora, obviamente, a absolvição de Murray seria útil para a AEG, Putnam diria que a argumentação jurídica da sociedade no processo civil,que Murray foi escolhido por Michael Jackson diretamente, que a AEG só pagou as contas e portanto, não era responsável por as suas ações.

MJ_Speechless

Nenhum comentário:

Postar um comentário