It's All for L.O.V.E.

Quem Nos Visita?


Visitor Map

quarta-feira, 2 de março de 2011

Tabloid: Michael Jackson era castrado quimicamente

A morte de Michael Jackson continua a gerar uma grande quantidade de teorias sobre os hábitos e os problemas em seu torno. Agora, um investigador francês, Alain Branchereu, que acaba de lançar um polémico livro, defende que o cantor era há muitos anos “castrado quimicamente".



O autor da obra ‘O Segredo de uma Voz', que será posta à venda na próxima terça-feira, refere que a ingestão de uma hormona contra o acne na adolescência teve este efeito em Jackson. Algo que Branchereu refere também ser a razão da voz aguda e "angelical" do autor de ‘Thriller'.
"Michael Jackson sofreu, sem o saber, uma castração química entre os 12 e os 20 anos", referiu o investigador, também professor de cirurgia vascular do Hospital Timone de Marselha, em França.
À revista ‘Le Parisien', Alain Branchereu garantiu que nunca se cruzou com o artista, que morreu a 25 de Junho de 2009 aos 50 anos, mas disse que as conclusões a que agora chega se devem a conversas com outros médicos e a análise de inúmeros documentos, especialmente os resultados da autópsia da polémica morte de Jackson, por abuso de propofol.
O investigador decidiu debruçar-se sobre o tema devido à voz muito aguda do cantor. Em vida, o rei da Pop assumiu que teve uma crise de acne aos 12 anos, mas que durou pouco. A cura rápida faz com que Branchereu também a justifique com o consumo da referida hormona.

O clínico diz ainda que o músico "tinha órgãos genitais perfeitamente normais" e podia ter relações sexuais, apesar da sua condição.

Fonte: cmjornal.xl.pt

Nenhum comentário:

Postar um comentário