It's All for L.O.V.E.

Quem Nos Visita?


Visitor Map

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Thomas Mesereau diz: “Michael Jackson não era suicida”

O mega-advogado que defendeu Michael Jackson no caso de abuso sexual saiu contra a equipe de defesa do Dr. Conrad Murray - responsabilizando diretamente Murray pela morte de Michael Jackson porque o cantor “não era suicida “.



Thomas Mesereau passou a “MSNBC” no dia 03/01/11 - e afirmou: “Os advogados de defesa de Micahel Jackson tem que fazer alguma coisa, pois eles vão tentar refletir a atenção de seu cliente para Michael Jackson.”

Ele acrescenta: “A realidade é que Michael Jackson não era um suicida, ele não era autodestrutía da forma que estão tentando dizer, e espero que a defesa deles não tenham sucesso.”

Para o registro, a declaração de “suicida” de Mesereau não era preciso - porque de acordo com nossas fontes, a defesa vai argumentar que Michael pode ter acidentalmente se matado depois de tentar se auto-administrar propofol .. mas não era suicida.

Este é o comentário mais forte comentário de Mesereau’s – “Lamento que a defesa do Dr. Murray irá bater em Michael Jackson para tentar desviar a atenção do verdadeiro culpado”.

Fonte:

Nenhum comentário:

Postar um comentário