It's All for L.O.V.E.

Quem Nos Visita?


Visitor Map

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Murray disse que Michael Jackson “implorou” por Propofol

Em alguns dos depoimentos mais dramáticos até à data, um detetive da polícia de Los Angeles declarou no dia de hoje, 10/01/11, que o Dr. Conrad Murray disse que o Michael Jackson “implorou” por Propofol um pouco antes de morrer.



LAPD Robbery Homicide Detective, Orlando Martinez testemunhou sobre uma entrevista conduzida por ele com o Dr. Murray dois dias depois em que MJ morreu. Martinez disse que Murray contou a ele que na noite anterior em que MJ morreu, ele estava tendo problemas para dormir. Murray disse que ele estava tentando desviciar MJ do Propofol – um medicamento que ele estava dando para o MJ por quase dois meses durante todas as noites.

Murray disse ao Martinez que dava a MJ uma variedade de outros medicamentos, começando pouco depois das 01:00am, sem sucesso. MJ, em seguida, disse que se ele não conseguisse dormir, ele iria cancelar o ensaio.

Murray disse que sentiu a “pressão” do MJ para dar-lhe alguma coisa para ajudá-lo a dormir, e MJ estava implorando por Propofol. Murray afirma que ele lhe deu uma dose reduzida, com a ajuda de Michael.

Como TMZ relatou muitas vezes antes, Dr. Murray disse que MJ gostava “de administrar em si mesmo Propofol e que outros médicos o deixavam fazer isto ”.

Murray foi ao banheiro por 2 minutos, e quando voltou ele afirma não ter visto MJ respeirando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário