It's All for L.O.V.E.

Quem Nos Visita?


Visitor Map

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Michael Jackson: A volta de quem nunca foi

A volta de quem nunca foi
Rei do Pop retorna à Terra para revelar segredos



LOGO, LOGO MICHAEL JACKSON vai estar de volta. Não que o Rei do Pop tenha mesmo se ausentado, apesar do ataque cardíaco fatal sofrido em 25 de junho de 2009 que abreviou sua estada por aqui. Também é verdade que a morte do ícone fez o mundo esquecer um pouco do termo “bizarro” – adjetivo muito aplicado por exploradores e garimpeiros dos escândalos e excentricidades de sua vida pessoal. Perdas financeiras milionárias incluídas.

Precisamente em uma terça-feira, 2 de novembro – ou melhor, daqui a apenas três meses – fãs e curiosos vão tomar posse de uma coleção de músicas inéditas deixadas como herança pelo astro. Será o primeiro projeto de um contrato de 250 milhões de dólares assinado pelos herdeiros que administram seu patrimônio com a Sony Music. A previsão é de que mais 9 produtos com a assinatura de Jackson cheguem às lojas em um período de sete anos.

Mas o que se esperar de um artista que não só lapidou gemas como Thriller, Billy Jean, Earth Song, Bad e outras dezenas de pops perfeitos, como definiu uma era de comportamento e estilo, dentro e fora das pistas? Os arquivos musicais de Jackson podem trazer esta resposta.

“Mega-centena”

NO ANO PASSADO, duas faixas raras – Another Day (sobra de Invincible) e A Place With No Name – desembocaram na Internet. Sem perder o embalo, o empresário de Jackson, Frank DiLeo pegou carona na onda, e alertou o mundo que MJ havia deixado um legado musical composto de uma centena de músicas novinhas, preparadas para alimentar um público órfão, ainda incrédulo com sua partida.

As canções – cuidadosamente armazenadas em um hard drive – foram resgatadas por La Toya Jackson e encaminhadas para John Branca e John McClain, representantes de Michael aqui na Terra. Além de defender os interesses de Jackson – vale citar – os advogados são os responsáveis por todo material que deve ser comercializado daqui para frente, incluindo relançamento dos discos de catálogo, coletâneas, DVDs e até um espetáculo do Cirque Du Soleil, na forma do megahit LOVE, dos Beatles.

O conteúdo do álbum que chegará, sim, em tempo de ficar ao lado de um dos milhões de pinheiros natalinos neste ano ainda é mantido em segredo, mas especular (ainda) não paga imposto. Fora as supracitadas neste texto, as músicas que podem fazer parte de seu catálogo oficial incluem trabalhos com artistas da moda como Will.i.am, do Black Eyed Peas e Akon, e muitas sobras de discos clássicos de Michael Jackson. Buffallo Bill, por exemplo, é um outtake de Bad (1987), comentado por Frank DiLeo como uma composição de 1984 que não sobreviveu à mesa de edição. Groove Of Midnight, também das sessões de Bad, foi outra deletada na hora H, e é mais uma criação do britânico Rod Temperton, responsável pelo hit Thriller.

E por falar na faixa-título do disco mais vendido de todos os tempos (mais de 60 milhões de cópias, segundo a Billboard), alguns descartes do produto poderão ser resgatados, como She’s Trouble e Who Do You Know. A especulação dos fãs ainda aponta para Behind The Mask uma complicada produção originalmente trabalhada em 1979 para Off The Wall, que acabou barrada por questões burocráticas, mas que acabaria gravada por diversos nomes, entre eles, o Deus da guitarra Eric Clapton. Para os que não podem esperar pelo CD, dá para pegar um atalho no youtube.com, sempre recheado de coisas para busca por raridades.

Rondynelly

Fonte: http://mjneverland.ptforuns.com/viewtopic.php?f=10&t=2075

Nenhum comentário:

Postar um comentário