It's All for L.O.V.E.

Quem Nos Visita?


Visitor Map

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Stevie Wonder dedica show em Glastonbury a Michael Jackson



Stevie Wonder encerrou o festival de música de Glastonbury no domingo com um show com músicas de sua longa e bem-sucedida carreira para o deleite de uma multidão de cerca de 100 mil pessoas. O músico de 60 anos dedicou seu show a Michael Jackson, morto há um ano, e cantou uma versão comovente de "Human nature", do falecido Rei do Pop.

Entre as músicas que ele apresentou não faltaram sucessos como "Superstition" e sua versão de "We can work it out", dos Beatles. Stevie Wonder convidou o fundador do festival, Michael Eavis, a subir ao palco e cantar seu famoso sucesso "Happy birthday" (Parabéns a você) para comemorar os 40 anos do evento.

Foi um final emocionante para o festival, que este ano aconteceu ao longo de quatro dias de sol. O carisma de Wonder e sua interação com o público ajudaram a aliviar a dor dos presentes com a derrota da seleção inglesa para a Alemanha na Copa da África do Sul.

Mais cedo, milhares de pessoas se reuniram em torno de telões montados para acompanhar a grande partida, mas se decepcionaram com a derrota categórica por 4 x 1. Resumindo o espírito festivo dos presentes em Glastonbury, John Hutcheon se negou a deixar que a derrota estragasse a música. "Definitivamente, há mais na vida que futebol", disse um jovem de 24 anos de Hull.

Peitos descobertos e biquínis

Este ano, sob sol forte, as tradicionais botas e capas de chuva de Glastonbury deram lugar a homens sem camisa e mulheres de biquíni, sob sol forte. Cerca de 150 mil pessoas curtiram as apresentações de artistas como Gorillaz, Muse, Radiohead, Scissor Sisters, Shakira e Snoop Dogg, além de centenas de grupos menos conhecidos que se apresentaram nos muitos palcos.

Michael Eavis, que fundou o festival em 1970, ano em que 1.500 pessoas pagaram uma libra cada uma para assistir ao evento então conhecido como Pilton Pop Festival, disse que este foi o melhor aniversário do festival.

"Eu mesmo nunca o curti tanto", disse Eavis, 74 anos, descrevendo a noite de sábado, quando o grupo inglês Muse foi acompanhado por The Edge, guitarrista do U2, como um dos melhores momentos de Glastonbury 2010.

Glastonbury é um dos espaços do mundo musical mais cobiçados por artistas, devido a seu público grande e à reputação que o festival foi conquistando ao longo dos anos.

Mas a edição 2010 não foi fácil. O Gorillaz foi convocado de último minuto para tomar o lugar do U2 na abertura do festival, e, apesar de ter se apresentado com músicos como Lou Reed e Bobby Womack em seu show da sexta-feira, o grupo não conseguiu entusiasmar o público.

Mas os rappers Dizzee Rascal e Snoop Dogg, um show-surpresa do Radiohead, a aparição de Kylie Minogue com o Scissor Sisters e o show da colombiana Shakira ajudaram a animar o público no sábado.

Fonte: http://mjneverland.ptforuns.com/viewtopic.php?f=10&t=1630

Nenhum comentário:

Postar um comentário