It's All for L.O.V.E.

Quem Nos Visita?


Visitor Map

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Sony Music proibe música de Michael Jackson nos documentários



É uma má notícia para quem tem idéia de fazer um documentário não autorizado de Michael Jackson. Não haverá nenhuma música nele por Jackson.

Sony Music está não permitindo o direito de algumas músicas para os cineastas que pensam que tem, como o The Next Big Thing. Isso inclui Digger sleaze, Ian Halperin, Ex-parceiro de Jackson Marc Schaffel e Liza Minnelli‘S ex-marido, David Gest.

O documentário de Halperin, que ele vendeu para o TV Guide Channel de todos os lugares (que é onde todos nós vamos ver um docs sério, não é?), estréia em 25 de junho, aniversário da morte de Jackson. Mas sem o livre arbítrio da música de Michael Jackson, obrigado. E cheio de entrevistas com pessoas que estão no círculo externo do mundo Jackson.

Schaffel, apesar de um pedaço de ontem sobre o Wrap, não chegou a fazer um documentário. Ele vendeu filmagens dele onde tinha uma roupa japonesa. Eles montam um filme, apenas para o Japão, e narrado em japonês. Vai jogar em 200 cinemas ao redor do Japão a partir 25 de junho, mais uma vez, sem música.

E então há David Gest que está com o filme. A palavra é que o esforço de Gest é em torno de quatro horas de duração e é principalmente forte, entrevistas com estrelas de cinema antigo sobre-Gest Jackson. Gest pode ter imagens de seus antigos eventos de caridade esboçado em que Jackson aparecia ocasionalmente, além de filmagens de seu próprio casamento de Liza Minnelli. Michael era o melhor homem. Não está claro se Minnelli teria que dizer em qualquer filme. Mas, novamente, a música não.

Há também um quarto filme, chamado “The Untold Story of Neverland”, de Santa Barbara cineasta Larry Nimmer. Foi apresentado em Fevereiro último no Santa Barbara Film Festival, mas não recebeu muita atenção. Nimmer faz filmes de tribunal, e foi dado acesso a Neverland durante o julgamento de Jackson de abuso sexual infantil 2005. (Alguém deveria dizer a Wrap, a propósito, que o julgamento foi em 2005, não 2004.)

Fonte: http://mjneverland.ptforuns.com/viewtopic.php?f=10&t=1477

Nenhum comentário:

Postar um comentário