It's All for L.O.V.E.

Quem Nos Visita?


Visitor Map

sexta-feira, 18 de junho de 2010

Nova Revista Tributo é Lançada (com texto do Tito)




Um Ano sem Michael

“É inacreditável que um ano já se passou. Ainda não conseguimos acreditar que seja verdade.
É tão irreal, como um sonho, mas infelizmente é a realidade. Tem sido muito difícil, especialmente
porque essa foi a primeira vez que algo assim aconteceu comigo e minha família.”

O aniversário da morte de meu irmão será um dia estranho espiritualmente. Haverá muitas orações.
A família está extremamente grata pelo amor e afeição recebidos ao longo deste ano.

A última vez que vi Michael foi no aniversário de casamento de nossos pais, duas semanas antes da tragédia.
Ele estava bem. Era o Michael. Era ele mesmo. Era meu irmão. Meu maior arrependimento é que nós não passamos
mais tempo juntos nos últimos anos. Eu sinto falta da sua voz. Eu sinto falta do seu sorriso. Eu sinto falta do seu amor.

Fui a uma conferência de imprensa para a estreia de This is It, mas não consegui entrar para assistir ao filme.
Nunca o assisti. Não sei quando vou conseguir assistir, pois é muito difícil vê-lo. Mas estou feliz por tantas pessoas
ao redor mundo tê-lo amado tanto. Mas para mim seria muito doloroso assistir.

Tenho tantas lembranças maravilhosas do nosso tempo juntos, especialmente os dias do J5, tocando no Apollo do Harlem,
nosso tempo de criança, tentando nos tornarmos famosos, viajando, a Motown – são momentos especiais que não podem
ser substituídos. Aqueles eram os bons tempos.

Os filhos do Michael – meus dois sobrinhos e minha sobrinha – estão muito bem. Eu os vejo com frequência.
Eles são muito fortes e muito inteligentes. Tenho muito orgulho deles.
Crianças lidam com certas situações de uma melhor forma.

Os fãs devem se lembrar do Michael por sua maravilhosa generosidade. Michael era muito gentil, às vezes, até demais.
Essa é uma qualidade rara, que não encontramos nas pessoas com frequência. O legado do Michael é a sua música,
que irá viver para sempre. Irá sobreviver ao tempo. Michael sempre será reconhecido pelo que ele realmente era...
o Rei do Pop.

Tito Jackson

Nenhum comentário:

Postar um comentário