It's All for L.O.V.E.

Quem Nos Visita?


Visitor Map

domingo, 13 de junho de 2010

Joe Jackson culpa Katherine Jackson pela morte de Michael Jackson

O pai do astro pop disse que teria pedido “inúmeras vezes” para que Katherine internasse o filho.



O pai de Michael Jackson, Joe Jackson, deu uma polêmica entrevista ao tablóide “News of the World” em que culpa sua ex-mulher e mãe de seu filho, Katherine, pela morte do astro. “Ela chorava demais (com a notícia da morte). Mas eu não consegui dar um abraço pois eu estava furioso com aquele choro”, disse Joe, que jura ter pedido insistentemente por meses que a mulher tentasse convencer Michael a se internar numa clínica de reabilitação para se tratar do vício de analgésicos.


“Eu disse a ela: ‘Se você tivesse me ouvido, Michael estaria vivo agora!’ Fico pensando em quantas vezes disse para ela que algo errado estava acontecendo (com Michael)”, afirmou Joe. “Se ela tivesse feito o que pedi, Michael poderia estar aqui hoje… Um filho ouve muito mais a mãe do que o pai”, diz ele sobre Katherine, que, segundo ele, continua em “luto profundo”.

“Eu cheguei a marcar um horário com meu médico, mas no dia ele disse que tinha seu próprio médico, que tinha dito que ele estaria bem. Eu não pressionei, caso contrário ele sairia da sala e desapareceria”. Joe ainda afirmou que nunca conseguiu dizer ao Michael o quanto o amava, mas voltou a negar que tenha sido um pai violento, como o cantor afirmou inúmeras vezes. Segundo Michael disse, em diversas entrevistas, o pai chegou a usar cordas de ferro, sapatos e outros objetos pesados para espancá-lo.

Joe ainda contou que Michael estava paranoico e que sempre dizia que seria assassinado no palco. “Ele nos falava: ‘Eles estão atrás do meu catálogo musical’. Mas nunca disse especificamente quem seriam essas pessoas.”

Sobre as crianças, Joe disse que Prince, de 13 anos, Paris, de 12, e Blanket, de 8, estão se recuperando bem. “Eles têm mais liberdade agora. Com TVs e computadores”, detalhou. Paris e Prince, de acordo com ele, se encontraram pela primeira vez com Debbie Rowe, a mãe biológica dos dois, depois da morte de Michael. “Debbie os visitou em casa, trouxe presentes. Eles sabem que ela é a mãe deles, mas não ficaram tão excitados (com a visita)… mas foi um bom encontro. Debbie pode ver as crianças a qualquer hora. Katherine e ela têm um bom relacionamento.”

As crianças adoravam os seus pai, mas eles recuperaram bem.
E acrescenta: “Nós demos-lhes mais liberdade e eles parecem adorar. Eles agora têm TVs e computadores. Paris é o líder deles. Ela está crescendo rápido e tem que ser vigiada de perto. Estou bastante certo de que ela pode ser qualquer coisa que ela quer ser. Como todos os Jacksons ela tem esse gene showbiz.”

“O Prince é mais silencioso, mas toda vez que eu vejo que ele, ele tem um instrumento musical diferente em sua mão. Blanket é mais como seu pai. Quando eu olhar para ele, ele me lembra o que meu filho era como naquela idade. Assim como Michael, ele pode dançar muito bem. É possível que eles vão entrar em showbusiness. Seria ver Michael orgulhoso.”

Orgulhoso:
Ele revela que Paris e Prince conheceu sua mãe biológica Debbie Rowe, 50, no início deste ano, pela primeira vez desde a morte de Jacko.

“Ele sabia que eu amava. Lamento que eu não disse adeus corretamente. Eu quero o seu legado para viver para sempre.”

Fonte: http://mjneverland.ptforuns.com/viewtopic.php?f=9&t=1459

Um comentário:

  1. eu acredito que isso realmente tenha ocorrido e pra ser sincera eu também sinto que esse medo que o michael tinha de joe é fruto do medo que katherine deveria ter do marido e passou para o filho

    ResponderExcluir