It's All for L.O.V.E.

Quem Nos Visita?


Visitor Map

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Joe Jackson aciona Dr. Conrad Murray por morte errónea

Joe Jackson enviou ao Dr. Conrad Murray – uma prévia sobre o processo legal da morte errónea… Em que Joe afirma que o Dr. Murray estava bebendo em um clube de strip horas antes dele ter administrado uma dose fatal de Propofol em Michael Jackson.




Segundo o documento, “Em 25 de junho de 2009, antes de cuidar de Michael Jackson, o acusado estava em um ‘strip club’ chamado “Sam’s Hofbrau” em Los Angele onde ele teria estado “bebendo”. O documento continua: “É foi imprudente ao beber antes para administrar anestisia em Michael Jackson depois . Ele ocultou o seu comportamento para Michael Jackson. ”

O documento escrito pelo advogado Brian Oxman, descreve o tratamento médico emergencial de Murray, que terminou na morte de Michael Jackson.

Michael tinha “neurológicas, pulmonares e sinais de anemia durante várias semanas antes de sua morte. Em maio e junho de 2009, Michael Jackson estava confuso, assustado, incapaz de se lembrar, obsessivo, e desorientado”. Oxman continua: “Ele tinha memória prejudicada, perda de apetite e falta de energia. Estava frio e com tremores durante os ensaios de verão para o seu show …”

Oxman reivindica que estes problemas foram causados pelo Dr. Murray administrando uma polifarmácia “de drogas (remédios múltiplos) para Michael”. E afirma Oxman, “Dr. Murray ignorou os sinais de inflamação pulmonar , edema cerebral e anemia de MichaelJackson”.

Oxman acusa reiteradamente Dr. Murray dizend que ele mentiu sobre as drogas que ele administrou em Jackson e reteu as informações vitais para os paramédicos e médicos que estavam tentando salvar a vida de Jackson. Ele repetiu todas as alegadas incoerentes que têm sido relatados previamente.

Oxman diz ao Dr. Murray, “Sua conduta foi desumana. Foi uma violação extrema do padrão de atendimento.”

Nós somos ditos que o Dr. Murray recebeu uma cópia do documento de março. A equipe legal do Dr. Murray disse ao TMZ: “As alegações são absolutamente absurda, absurda.”E as pessoas próximas ao Dr. Murray insistem em dizer que ele não bebe … nunca.

Nós somos ditos que o documento foi entregue para o Dr. Murray em 27 de março de 2010. De acordo com a lei da Califórnia, Joe Jackson deve esperar 90 dias a contar da data do documento é entregue antes de arquivar um processo legal da morte erróneo real. O prazo de 90 dias é até sexta-feira, aniversário da morte de Michael.

Fonte: http://mjneverland.ptforuns.com/viewtopic.php?f=10&t=1527

Nenhum comentário:

Postar um comentário